Blog Beija Flor

Quais os benefícios da castração? castração de gato 1. Aumenta a expectativa de vida O instinto de caça permanece em gatos castrados. Isso significa que os que têm liberdade de sair de casa, continuam saindo, mas com menor frequência. No entanto, recomen

21/02/2019 por Administrador
Visualizacoes: 138

Da mesma maneira que acontece com os humanos, os cães podem adoecer por causa da comida

Há diversas doenças em cães causadas por má alimentação. Quando há desequilíbrio nutricional, o animal pode desenvolver problemas que vão desde alergia até uma cardiopatia.
Por isso, oferecer uma alimentação balanceada interfere diretamente não só na qualidade de vida do seu bicho, como também na longevidade.
Quando se tem um bichinho de estimação, além da responsabilidade por aquela vida, há ainda o afeto e a vontade de proporcionar segurança ao animal. Sendo assim, cuidar da alimentação é ponto fundamental para tutores que zelam pela saúde de seus bichos.
A seguir, vamos mostrar quais são as doenças em cães mais frequentes relacionadas à má alimentação. Confira!

1. Alergias

Algumas rações possuem corantes, aromatizantes e conservantes em grandes quantidades. Normalmente, essas são as rações mais baratas que, além de não oferecerem os nutrientes adequados ao bom funcionamento do organismo, ainda colocam o animal em risco para o desenvolvimento de reações alérgicas.
Os sintomas são coceiras, queda de pelos, machas, vermelhidão, dificuldade respiratória e inquietação. Se notar algum desses indícios, leve seu animal o quanto antes a um atendimento veterinário. Somente o médico veterinário poderá dizer a gravidade da alergia e a melhor maneira de tratamento.

2. Diarreia

Cachorro com diarreia pode ser uma resposta do organismo a algo que o animal ingeriu e causou desconforto. Se for algo pontual, não deve ser motivo para grandes preocupações, mas se o pet estiver tendo diarreias constantes, pode ser o indício de uma intolerância alimentar. Neste caso, também será somente o médico veterinário que poderá realizar o diagnóstico.

3. Inflamação do esôfago

Não é comum que ocorra, mas merece receber atenção. Acontece na maioria das vezes quando os cães ingerem ossos cozidos. Os cachorros têm capacidade de digerir ossos crus (embora não seja recomendado dar), mas se estão cozidos podem inflamar o esôfago.
Isso ocorre, pois os ossos se quebram antes de chegar ao estômago e podem até mesmo ficar entalados no esôfago. Há ainda risco de ficarem parados no tórax e sufocar o animal.

4. Gastrite

Podendo ser causada pela reação a antígenos bacterianos, a gastrite também ocorre pelo consumo de alimentos estragados ou malconservados, podendo até mesmo levar à morte do animal. Os alimentos oferecidos aos bichos de estimação devem ter boa procedência e precisam ser armazenados com segurança. Além disso, mantenha o lixo longe dos cães para evitar que revirem e comam algo que possa fazer mal.
É importante oferecer aos animais de estimação uma alimentação que vai suprir as necessidades nutricionais e auxiliar na boa saúde dos cães. A carência ou excesso de nutrientes pode acarretar em problemas de saúde. Quando se oferecem restos de alimentos, além de não ser uma dieta equilibrada, há condimentos que podem fazer mal aos pets.
A alimentação deve ser pensada de acordo com o porte e idade do animal. Por isso, contar com a ajuda de um veterinário é uma ótima opção para não errar na escolha. O mercado conta ainda com opções de rações para fases e patologias específicas dos animais. Desta maneira, é possível evitar doenças em cãescausadas por má alimentação.