Blog Beija Flor

A SAÚDE BUCAL DO SEU ANIMAL

21/06/2019 por Administrador
Visualizacoes: 69
Os cuidados com a higiene bucal são extremamente importantes para o seu pet
Engana-se quem pensa que é normal os cães e gatos perderem os dentes ao longo de suas vidas. Ao contrário, de acordo com a Dra. Juliana Kowalesky, Odontologista Veterinária do Vet Quality Hospital Veterinário 24 horas, o cuidado para que eles tenham uma vida saudável começa justamente pela saúde bucal do animal.
O problema é que ainda grande parte da população brasileira esquece ou não dá a importância necessária à saúde oral de seus animais, muitas vezes por falta de informações e orientações adequadas. A falta de higienização dos destes, assim como para nós seres humanos, pode acarretar, inclusive, em problemas cardíacos.
A Associação Brasileira de Odontologia Veterinária (ABOV) declara que infecções na gengiva são comuns entre cães e gatos, aproximadamente oito a cada dez apresentam o problema. Outras pesquisas revelam que cerca de 80% destes animais de estimação já precisam de tratamentos dentários após os quatro anos de idade.
Então, por onde começar a evitar estas doenças periodontais?

Guia Prático de Saúde bucal do seu animal

1. Primeiros Passos

Ter o costume de abrir a boca do seu bichinho e verificar se os dentes estão em ordem é uma medida essencial.
Procure perceber se há manifestação de mau hálito e formação de tártaro. Estes são os primeiros alertas de que não está tudo bem e alguma medida precisa ser tomada para que a doença que estiver se desenvolvendo não evolua.
Cabe ressaltar que o tártaro é uma massa constituída principalmente por bactérias que, em contato com a gengiva, causam inflamação que vão para a corrente sanguínea, podendo causar infecção no coração, fígado e rins.
Portanto, para a melhor prevenção é necessário fazer o que você faz em seus próprios dentes: escovação diária. De qualquer forma, três vezes por semana também já apresenta um bom resultado aos animais.
Já existem produtos e alimentos capazes de combater o tártaro, mas que só vão ajudar se o hábito da escovação for mantido.
Evite os ossos naturais, mesmo cozidos, por serem duros demais podem fraturar os dentes. Se a fratura ocorrer será necessário tratamento de canal.

2. Como escovar?

Em geral, aos dois meses de idade você já pode começar a cuidar da saúde bucal do animal, começando com um pano, alisando os dentes e depois com uma escova apropriada.
Acostume-o aos poucos, pacientemente, com a escovação. Se a preguiça ou aflição atormentar você na hora de escovar os dentes do animal, lembre-se de que este é um momento especial, em que o dono pode ter um contato bem próximo e íntimo com ele.
Isso pode reforçar os laços afetivos, além de poder ser surpreendentemente divertido e prazeroso. Procure falar palavras positivas para incentivar e dar carinho.
De forma alguma utilize pastas dentárias suas, pois contém muito flúor e sabão, que prejudicam a saúde deles. Procure uma pasta de uso veterinário e uma escova de cerdas macias.
Alguns cremes dentais possuem até sabor de carne ou peixe para estimular a escovação. Entretanto, no Brasil ainda são poucas as opções de escovas para pets.